quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Como se já sendo, como se já fosse...


Amar...

Particular infinitivo conjugado por dois. Sem julgo.
Infinito particular dos que compõem e cantam.
Sejam montes, mares ou brisas.
E a razão? Foi exconjurada num eco torto.
Inacabado, incerto.
Dinâmico e renovável.
Perde todo o seu sentido,
Para o todo se sentir.

Até o frio de quem ama é uma delicada forma de calor.
Sol vestido de lua.
Sol que não se entende,
a nota certa no meio da música que não condiz.
Entender é impreciso.
Compreender é improviso.
De se deixar levar.
Elevar. Ele e Eva.

No Fogo que aquece o Ar.
No Ar que se funde em Água.
Na Água que umedece a Terra.
Na Terra que abranda o Fogo.

Ciclo que transcende o cíclico.
No solo. Desfeito em duo, que não deixa de ser solo.
Feito você (como se já fosse) em mim.
Alguém de que gosto (como se já sendo) com gosto de alguém.



Nenhum comentário: