quinta-feira, 25 de março de 2010

Enigma



A pele derrete,
feito aquilo que há por fora.
Se esvai,
deteriora.

É apenas um teste,
daquilo que dentro mora.
Se sai,
aflora.

Burla a gravidade.

E se vamos,
não somente perdura.

Vai-se a idade.

Passam anos,
e não finda a ternura.

3 comentários:

яα disse...

Não é algo que se pretenda, nem que se insista ou que se queira/deseje. É muito maior... Tem aroma de leveza, tem sabor de viagem e tem recheio de imortalidade. [anonimato]

Muitos desejam experimentar, mas parece que nem todos querem pagar o preço.

guímel disse...

O amor esteve sempre por perto, caminhando e permanecendo, pois dizem que o amor se planta primeiro na alma, depois na terra.

Lindo texto Ra...

Rafael sem h disse...

Lembrei de um post antigo, em que escrevi algo assim: Antes de plantar a semente, é necessário quebrar a dormência.

; )