terça-feira, 30 de março de 2010

Coraline



Ah Coraline...
Há cor ali!
Mas ninguém percebe,
a cor ali, ?

Não se notava. Nem o pai, nem a mãe.
Eles criavam um filho chamado trabalho. O primogênito.
Não se notava. Nem os amigos, ou os vizinhos.
Eles mal acertavam seu nome!

Talvez o gato. Talvez o gato notasse (e ele notava).
Mas ela não percebia. Não conseguia captar.
Afinal, mal acertavam seu nome.
E o gato, coitado, não falava (até então) pra mostrar o que sabia.

"Caroline". Era assim que prestavam atenção a ela.
Desse jeito rosa e irritante, que não era dela!
E de sobremesa, o tédio.
A ausência de uma voz qualquer que a preenchesse,
de fora pra dentro.

Como uma casa habitada por tanta gente poderia ser tão...vazia? A cor ali era um lamento...

A aranha percebeu isso.
E não tardou em mostrar que percebeu.
O quanto Coraline era especial. No brilho. Dos olhos que são cor, que são linha, que são caros - Pensava a aranha com seus botões (literalmente).

A menininha do cabelo azul perdeu a noção que dentro de si tinha tudo o que precisava para mudar. Deixou-se decantar pelos olhos dos teares. Que enxergavam por ela, aquilo que mais desejava. Que mentíam pra ela, e a deixavam feliz.
Num mundo repleto de sabores, mágicas e cores.
Numa vida paralela, onde os limites eram seus anseios e sua imaginação.
Num corpo cuidadosamente costurado,
cuja alma não passava de pó, poeira e solidão.

A cor ali...
Se ninguém percebia, o que importava?
Ah... Coraline não precisava ser percebida.
Precisava ser sentida. Se sentir. Viva. Forte. Azul.

Um azul capaz de derreter o mundo de faz de conta,
e desmanchar os botões que quiseram lhe tomar o sopro.

3 comentários:

Jeanni disse...

Eu quero conhecer Coraline!!!

Ane Lopes disse...

Adoro esse filme, adoro. Me deu medo da primeira vez. hahaha

:*

Rafael sem h disse...

e tu sumida?? Ta fazendo o que da vida que nem em juazeiro (cidade enorrrrrrme) a gente te vê mais??

Sei não...esses escurinhos de praça ashuashaushaushuashuash

; )

*Adorei coraline...muito massa. Slow motion deixa desenhos nessa linha muito peculiares!