domingo, 13 de julho de 2008

Estações



Fui mesmo porque eu quis, e porque poderia ter sido.
Tentei. E não foi forçando, foi vivendo mesmo.
Gostei de estar, e os bons momentos estão bem guardados.
Pensei...
Não se escolhe o que se sente. Mas eu quis descobrir.
Porque a descoberta, qualquer que fosse, valeria a pena.
Descobri...
Ainda não foi dessa vez que saí das minhas aspas.
Não por culpa tua. É o meu sentir. E não há culpados.



Hoje acordei com saudades de um tempo que ainda quero conquistar,
E "Nada vai apagar, o cair do sol, nos braços do mar...
Nada vai apagar".




*Citação: Banda Criolina.

8 comentários:

Tata disse...

Adorei esse Rafael!!

"Mas eu quis descobrir". Só precisa de reticências depois dessa tua frase. (...)
Tava vendo agora teus comentários nos outros escritos meus. Hhehe.

Dia bom pra você!!!!

Tata disse...

Ah, babei com essa foto, vou até roubar pra mim. hahahha

=p

Tata disse...

E decidiu pelo inverso total, né?

Hum...

Os dois lados da moeda como sempre aparecendo em tudo. =D

Luciana Dantas (Asas do Tempo) disse...

não tinha como eu não comentar, nem tampouco tinha como eu não me identificar...

"estações".. "momentos".. "fases".. "sentidos".. "sentimentos"..

e a busca incenssante por um Norte!

xero menino!

ps.:será que a gente é alma gêmea? rs

fica bem!

Tata disse...

Hahahaa, tá, tá.

:)
Dia.

Tata disse...

Bravo, Rafael!

Gosto que só quando alguém entende o que eu quero dizer.

:)
Paz pro seu coração.

tainara disse...

Esse é massa!
Já sabemos pra quem ele foi escrito!
valeu...

Dryka Freitas disse...

"Mas sentimos, e se sentimos é pq no fundo e bem lá no fundo vale a pena, msm q seja por um instante... mágico, perfeito e q ainda estar por vir"



Rafa... esse é simplesmente perfeito!