sábado, 28 de junho de 2008

Aminaácida



Cheira,
Descasca,
Cheira de novo,
Saboreia, degusta, mastiga,
E prova os ingredientes antes de cortar...

Em cima de tudo, digere.
Enzima de tudo, corrói.
Vai em frente,
Aperta o 3, o 4, o 5,
E liquidifica, todo de uma vez...

Mas a mina ácida prefere o pulse...e bem devagar...

sábado, 21 de junho de 2008

Leite com Nescau



Ponto final? Não houve como ser.
O mais que consegui,
Foram as reticências,
Reticências difíceis estas. E tentativa, de negar o que eu sinto...

Existe mesmo um sol e uma lua nossos. E brilham forte.
Meu medo inventou um eclipse em tudo. Como de costume.
Mas desfiz, e você ainda estava lá,
Você, e a lua, e o sol.

Notas...as notas trazem os tons,
Mas isso não é um trabalho solo,
E o encaixe dos tons reside na certeza,
de que sem você não há essa música.

"São beijos que nunca voltarão"
Verdade. Pois não há um que se repita.
Intenso. Extenso. Brincando. Sorrindo.
Só rindo. Sonhando. Pensando. Sentido.

O sabor e as manchas, que ficam por fora,
Somem. Mas te digo, e digo porque quero te dizer,
Que há sabor e manchas por dentro. Que ficam,
E ficam bem guardadas. Com carinho.

Ontem resolvi segurar tua mão. E te segurar.
Sem mais lágrimas,
Sem mais desculpas.
...E do leite...coloquei nescau.

terça-feira, 17 de junho de 2008

Fiz Geografia...(mas nem por isso sou Geodésico)



Repleto de meridianos,
não nego meus paralelos,
mas nem por isso sou geodésico.

Dos fusos...fiz fusão,
na zona intertropicália,
de rocha'nd roll...Minha Geomorfologia amorfa.

E recomeço...


Se a noite assim ficasse,
e pelo dia só passasse,
ao entardecer eu lembraria,
tal como a noite se faz dia,
das vezes que me desconheço,
e no anoitecer me amanheço...

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Escorregador



Trinca teus dentes no meu lábio (inferior). Desce.
Suga o meu pescoço. Vai. Segura.
Morde forte agora. Segura. Não solta.
Não desfaz. E a partir daí, suga mais.
Reforça o que é vermelho. E deixa roxo.
Reforça os meus caminhos. Em tuas unhas.

Agora vem...e escorrega...Intenso e por Extenso

(In) Tenso,
é tensão por dentro,
e quaisquer palavras condensadas,
evaporam, e tornam em suspiros...

(Ex) Tenso,
é tesão por fora,
e quaisquer "papai e mamãe",
tornam em sátiras sofisticadas do dia a dia...

Escorrega e vai. Até o fim.
Volta. E não sobe pela escada.
Volta por 0nde desceu. É mais gostoso.

Escorrega e vem. Olha o encaixe.
Minha coxa entre tuas pernas,
e o nosso escorregador...

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Mo(vi)mentos



Assim são minhas constâncias. Inconstantes. E embora pouco eu compreenda, eu me caibo nelas como elas cabem a mim. Acontece que, por muitas vezes, o copo enche, e elas querem transbordar. Transbordar é perigoso, pode machucar alguém. Especialmente, quando se trata de pessoas que a gente gosta, transbordar é perigoso. Então, encosto meus lábios na beira do copo, devagarinho, pra não ter perigo de derramar, e bebo meu próprio suco. Pelas repetidas vezes que me forem necessárias...