terça-feira, 18 de março de 2008

Quem é você?



És espontânea...
e por ser espontânea e humana,
és imprevisível, como uma pessoa normal,

Pois tudo que é humano é dúbio,
antagônico, contraditório, confuso, inacabado, etecéteras,
e, fora isso, não somos nada demais...

Um comentário:

Elandia duarte disse...

"e,fora isso,não somos nada demais..."

Somos nossas dúvidas e nossa fraquezas1
Somos nossa coragem de não sermos perfeitos!

Xerim